O fim de semana: como comer fora?

Essa missão é difícil sim, mas não impossível (pelo menos aqui no Rio). Vamos ao meu sábado:

– Café da manhã: Café com leite desnatado + Tal & Qual, activia zero e chester com muçarela light. No almoço eu tomei uma sopa de legumes (finalmenteee) que estava congelada aqui em casa com frango desfiado. Minha mãe não soube me dizer quais legumes eram, mas jurou que não tinha batata, então tomei.

No fim da tarde tomei o mingau de aveia delicinha, já citado nos posts anteriores.

À noite eu pequei um pouquinho: fui ao cinema e estava MORRENDO de fome, mas como só ia jantar depois do filme, tive que comer uns franlitos do Bob’s (comer na rua é difícil :(). Mas comi só 6 🙂

Depois fui jantar no Balada Mix, uma omelete de salmão defumado, ricota e tomate cereja. Ótima opção, até para quem está na fase 1 (só pedir sem tomate).

Já no domingo o dia foi melhor. Café da manhã igual ao de sábado. Como fui trabalhar em um evento na Lagoa logo depois, levei um Molico Fast pra aguentar até o almoço.

O almoço foi ótimo: fui nesses restaurantes em que você pode montar sua salada, sabe? Eu fui no Néctar, em Ipanema (esquina da Farme com a Visconde de Pirajá). Montei uma com alface americana, cebola, atum, frango desfiado, peito de peru em quadradinhos e cottage. O problema foi escolher o molho, pois todos tinham algum alimento não permitido. O menos pior foi o “natural”, feito de shoyo, molho de tomate e mel.

OBS: vocês vão me perguntar se eu não deveria fazer um dia só de proteína pura hoje, já que ontem tomei sopa, né? De acordo com o livro você pode fazer 2 dias PP e 2 PL, e eu decidi que meus fins de semana serão assim, porque sempre como fora, então facilita. Vou compensar durante a semana 😉

Na janta apenas um espetinho de carne com água sem gás, pois a salada me deixou cheia o dia todo.

Pois é, como dá pra ver, ir pra rua desprevinida vai te fazer escorregar um pouco. O ideal é comer apenas as refeições fora, os lanchinhos são muito difíceis de arrumar :(. Tenha sempre uma caixinha pocket de polenguinho light na bolsa para emergências.

No fim do domingo fui ao mercado fazer as compras da semana, e tenho adorado isso, rs. Achei um sorvete da Kibon chamado Carte D’or, zero gordura e sem açúcares. Não sei se é permitido nos laticínios, mas comprei. Comerei com moderação: uma bola por dia. E já posso garantir: delicioso!! 😉

INFORMAÇÃO NUTRICIONAL 60g (1 bola)
QUANTIDADE POR PORÇÃO %VD
Valor energético 45kcal=189kJ 2
Carboidratos dos quais: 4,3g 1
Açúcares *** 4,0g **
Proteínas 3,0g 4
Gorduras totais 0,3g 1
Gorduras saturadas 0g 0
Gorduras trans 0g **
Gorduras monoinsaturadas 0g **
Gorduras poliinsaturadas 0g **
Colesterol 2,4g **
Fibra alimentar 3,5g 14
Sódio 49mg 2

* % Valores Diários com base em uma dieta de 2.000 kcal ou 8.400 kJ. ** VD não estabelecido. *** Açúcares naturalmente presentes nas matérias-primas.

Por hoje é só, beiijocas!

Anúncios

2 thoughts on “O fim de semana: como comer fora?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s